O Buraco na camada de ozônio

O maior buraco de ozônio registrado até o momento ocorreu em 24 de setembro de 2006. Fonte: NASA

O maior buraco de ozônio registrado até o momento ocorreu em 24 de setembro de 2006. Fonte: NASA

“A descoberta do buraco  de ozônio na Antártida, em meados dos anos 80, causou surpresa à comunidade científica que, até então, pensava compreender os processos físicos e fotoquímicos que controlam a produção e extinção de ozônio na atmosfera (Farman et al., 1985). Os primeiros estudos sobre… ” Para saber mais sobre o Buraco de Ozônio acesse o CPTEC/INPE.

 

O buraco de ozônio deixa à mercê da radiação ultravioleta uma área de 31 milhões de quilômetros quadrados, maior que toda a América do Sul, ou 15% da superfície do planeta