Nossa história

Programa Sol Amigo foi criado em setembro de 2006 pelo oncologista pediátrico Dr. Reynaldo José Sant’Anna Pereira de Souza, como forma de reagir à constatação de que a população é desinformada, ou mal informada, sobre os efeitos à saúde decorrentes da exposição excessiva à radiação ultravioleta (R-UV) emitida pelo Sol.

A exposição voluntária ao Sol, sem uma proteção adequada, principalmente das crianças e adolescentes, a utilização cada vez maior do bronzeamento artificial e um aumento da incidência do câncer de pele, inclusive na faixa etária entre 10 e 29 anos foram os principais motivos que levaram a criação deste programa.

A partir de novembro de 2006, o engenheiro agrônomo e agrometeorologista Prof. Renato Zorzenon dos Santos passou a fazer parte da Coordenação do programa, contribuindo com o aperfeiçoamento e desenvolvimento do mesmo.

Em maio de 2007, o Programa Sol Amigo passou a contar com a colaboração do Prof. Dr. Marcelo de Paula Corrêa, meteorologista e professor adjunto da Universidade Federal de Itajubá – UNIFEI (Itajubá/MG) e em setembro de 2007 com a colaboração da Prof. Cláudia Helena Araújo Baldo, pedagoga e professora no Centro Universitário Barão de Mauá (Ribeirão Preto/SP). 

Desde então, o Programa Sol Amigo vem desenvolvendo ações junto à comunidade, escolas, meios de comunicação e poder público com o objetivo de sensibilizar e conscientizar a população sobre os riscos da exposição excessiva ao Sol, sem uma proteção adequada.

Difundimos a importância de se desenvolver programas de prevenção de caráter contínuo nas escolas, visto que cerca de 80% de todo o Sol que um indivíduo toma na vida ocorre antes dos 18 anos de idade (OMS, 2004) e atuamos no sentido de valorizar e estimular a divulgação do índice ultravioleta (IUV) de forma sistemática nos meios de comunicação.

Marcamos presença, também, no campo da pesquisa. Neste sentido, os Coordenadores do Programa Sol Amigo têm desenvolvido trabalhos em conjunto com pesquisadores da UNIFEI e participado efetivamente de atividades científicas (Workshop, Simpósios, Reuniões Científicas, Cursos à Distância, Congressos) organizadas por diversas Instituições, dentre elas UNESP Campus de Presidente Prudente, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Ministérios da Saúde e do Meio Ambiente, Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), apresentando as diretrizes do Programa, discutindo sobre os efeitos nocivos da radiação ultavioleta à saúde e modelos de campanhas de prevenção.

O Programa Sol Amigo se tornou um modelo piloto de programa de prevenção com o objetivo de levar as informações técnico-científicas, do meio acadêmico para a população, de uma forma mais didática.

E continuamos a trabalhar buscando transmitir às pessoas que gestos simples e práticas saudáveis resultam em uma vida melhor.